segunda-feira, novembro 17, 2008

pescadores de concreto

As brincadeiras das crianças, filhos de pescadores da favela do jaraguá, relembram a tradição daquela comunidade ribeirinha. Porém a resistência dos sobreviventes daquela região demonstra o contraste da vida marginalizada que levam. Mesmo estando no marco zero da cidade em que vivem, lutam diariamente contra os fatores urbanos que colocam em risco sua cultura.

Um comentário:

pham disse...

mais que arte,uma expressão